Notícias

Bilionário chinês prepara empresa para se tornar o maior IPO do mundo

2 minuto/s de leitura

Um menino chinês, de origem humilde, é considerado atualmente o homem com a segunda maior fortuna de seu país. Jack Ma, é o cofundador da Alibaba, holding chinesa responsável por mais de 60% do e-commerce do país. Ma quer hoje repetir o grande sucesso que alcançou em 2014, quando listou a gigante do comércio eletrônico, com a  maior oferta pública da história na época.

E essa aposta em outro grande sucesso é porque a Ant Group, subsidiária da Alibaba Group, conseguiu aprovação do órgão regulamentador de valores mobiliários chinês, para fazer parte da sua oferta inicial em Hong Kong, se tornando assim uma das maiores empresas listagens da atualidade. A intenção do bilionário é que a empresa alavanque R$35 bilhões na negociação, avaliando a empresa de serviços financeiros em aproximadamente U$ 200 bilhões. Ressalta-se que esta empresa é avaliada em US$ 1 bilhão antes de abrir seu capital na bolsa de valores, e conhecida como fintech, negócio que alia finanças e tecnologia, de maior valor do mundo.

Antes de concluir seu IPO e ter ações listadas na Bolsa de Valores, a empresa que quer abrir seu capital precisa passar pelo crivo da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). O bilionário Ma já conseguiu, inclusive esse aval da Comissão de Valores da China, para a porção do IPO em Hong Kong. Uma reunião para acelerar as negociações, entre a empresa e executivos da bolsa de valores, já aconteceu. 

RECORDES

Se a negociação acontecer em termos de números, como é esperado, a oferta da Ant Group, empresa de tecnologia financeira, ultrapassa a oferta pública inicial de ações (conhecida em inglês como IPO) da Saudi Aramco (estatal saudita), considerada a maior  petrolífera do planeta, que em dezembro de 2019 levantou US$ 26 bilhões no seu IPO. A Ant Group, que tem 33% de sua empresa controlada pela Alibaba (BABA34) e por Jack Ma, quer se listar em Xangai e Hong Kong em um IPO simultâneo.

A Ant Group,que responde por 60% do volume de entregas da China, com mais de 250 milhões de compradores ativos no país, também opera um aplicativo de pagamento móveis, o Alipay, extremamente popular na China. A empresa de tecnologia financeira comercializa ainda seguros, faz gestão de patrimônios e assessora investidores de varejo nas suas estratégias de investimento. 

Para se ter uma idéia do poder de Jack Ma, a Ant Group registrou lucro de 21,9 bilhões de iuanes, por volta de R$16 bilhões, somente no primeiro semestre, o que representou um salto de mais de 1.000% na base anual. A receita total atingiu 72,5 bilhões de iuanes, alta de cerca de 38% na mesma base de comparação. Ela é negociada na Bolsa de Nova Iorque pelo código BABA34. 

O interessante é que o processo de listagem da Ant Group está indo de vento em popa, decepcionando os Estados Unidos, que está em concentrando esforços para que empresas chinesas sejam incluídas em uma lista negra de negócios chamada Lista de Entidades.

Entenda:

IPO – Processo pelo qual uma companhia se torna uma empresa de capital aberto e marca o momento em que passa a vender ações pela primeira vez. 

Photo by STR / AFP – reprodução

498 conteúdos

       
Sobre o autor
Somos a Smart Money, tudo que você precisa saber sobre o mercado financeiro, com conteúdos para fazer a diferença no seu dia a dia, porque o investimento mais próspero é a informação.
       Conteúdos
Conteúdos relacionados
Notícias

Petrobras anuncia mais um reajuste nos combustíveis e gasolina sobe 7,04%

2 minuto/s de leitura
A Petrobras anunciou nesta segunda-feira (25) mais um reajuste nos preços dos combustíveis nas refinarias, a segunda no mês de outubro. A…
Notícias

FGV: confiança do consumidor sobe 1 ponto após dois meses de queda

1 minuto/s de leitura
Segundo dados divulgados pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) na manhã desta segunda-feira (25), o índice de confiança do consumidor (ICC) subiu 1 ponto em…
Notícias

Messem Investimentos anuncia combinação de negócios com a Argos Partners, escritório da Baixada Santista com R$ 1 bi sob custódia

2 minuto/s de leitura
Em mais um passo de expansão de negócio e consolidação de mercado, a Messem Investimentos anunciou nesta semana a união de forças com…
Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, personalizar publicidade e recomendar conteúdos.
Ao utiliza nossos serviços, você concarda com tal monitaramento.
Consulte a nossa Política de Privacidade

x
Aceito o uso de cookies