AÇÕESNotíciasRenda Variável

Oleoplan e Grupo Fartura protocolam pedido de IPO

1 minuto/s de leitura

Na manhã desta quinta-feira (22), tivemos duas grandes empresas protocolando pedidos para realização de uma oferta pública inicial de suas ações. Tanto a Oleoplan quanto o Grupo Fartura informaram que pretendem fazer ofertas primárias e secundárias de suas ações.

A Oleoplan, especializada na produção de biodiesel, é uma das maiores produtoras de energia renovável na América Latina. Em 2019, a companhia foi líder no mercado brasileiro em volume de biodiesel vendido, sendo responsável por 10,1% do combustível comercializado no país. Os dados são da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

A empresa figura entre as três maiores produtoras de biodiesel no cenário nacional desde 2011, tendo a segunda maior capacidade instalada de produção do país. As plantas da Oleoplan são capazes de produzir totalizando 936 milhões de litros/ano, segundo a ANP.

Em 2019, a receita líquida da Oleoplan somou R$2,661 bilhões. Os lucros da empresa somaram R$205 milhões no mesmo ano, ante R$174,3 milhões de 2018.

A companhia pretende utilizar os recursos captados com a abertura de capital para comprar participações na FASA América Latina Participações Societárias. Também estão no radar a otimização das plantas atuais da empresa, aquisição de novos armazéns para estocagem de matéria-prima e a construção de duas novas plantas para produção de biodiesel.

O Grupo Fartura, por outro lado, é dono da rede de hortifrútis Oba. Conforme informações de setembro, o grupo Oba possui uma rede de 56 lojas físicas espalhadas pelo país. A empresa aposta na proximidade entre suas lojas e os produtores para garantir o recebimento diário de produtos frescos para o consumidor.

O Grupo Fartura pretende usar os recursos consequentes da abertura de capital para investir na ampliação de sua rede de lojas. Ainda estão nos planos investir em uma plataforma digital de compras e o aprimoramento da cadeia logística da companhia.

Em 2020, os nove primeiros meses do ano trouxeram um aumento de 31,4% na receita líquida da rede Oba (R$1,273 bilhão) se comparado ao mesmo período de 2019. O lucro líquido da empresa até setembro deste ano já soma R$43 milhões, ante R$25,9 milhões de 2019.

Imagem em destaque: Oleoplan / divulgação

385 conteúdos

       
Sobre o autor
Jornalista Smart Money Leia, estude, se informe! Apenas novas atitudes geram novos resultados!
       Conteúdos

Quer saber mais sobre investimentos?



Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade




Conteúdos relacionados
AÇÕESNotíciasRenda Variável

Ibovespa continua recuperação nesta sexta (14), mas encerra semana com perdas

1 minuto/s de leitura
Nesta sexta-feira (14), o Ibovespa continuou sua recuperação após o desastroso pregão de quarta, subindo 0,97% e indo a casa dos 121…
Notícias

SmartTech: o efeito ‘Elon Musk’ nas criptomoedas; PIX Cobrança começa a funcionar; Amazon anuncia frete grátis para compras internacionais; saiba das novidades da BugHunt, SpaceX e Google

4 minuto/s de leitura
Elon Musk e a polêmica das criptomoedas Por algum tempo, Elon Musk se tornou quase que um embaixador das criptomoedas. Isso porque…
Notícias

GIRO CORPORATIVO: Petrobras reverte prejuízos e lucra R$ 1,16 bilhão; Magazine Luiza lucra 739,7% a mais no 1T21; Renner tem prejuízos no trimestre; saiba mais sobre Itaú, IRB, Cogna e Taesa

5 minuto/s de leitura
Petrobras (PETR3, PETR4) A Petrobras divulgou seus resultados operacionais referentes ao 1T21 nesta quinta-feira (13). A estatal registrou R$ 1,16 bilhão em…
Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, personalizar publicidade e recomendar conteúdos.
Ao utiliza nossos serviços, você concarda com tal monitaramento.
Consulte a nossa Política de Privacidade

x
Aceito o uso de cookies