Noticias

Banco Central japonês prevê recuperação econômica cautelosa

1 minuto/s de leitura

As estimativas do Banco Central do Japão – também conhecido como Nippon Ginko – para a economia e a inflação no atual ano fiscal, que termina em março de 2021, foram reduzidas nesta quinta-feira (29). Em relatório trimestral, a previsão é de uma contração de 5,5% contra queda de 4,7% projetada em julho, considerando os gastos fracos em serviços durante o verão. 

Porém, o banco revelou uma faceta mais positiva sobre as expectativas de regeneração, assinalando que assumiu estímulo suficiente no momento. No entanto, observou que esta perspectiva de recuperação é incerta, principalmente em relação a pandemia, que acabou refletindo sobre os gastos no setor de serviços e o retorno dos casos positivos de Covid-19 na Europa, afetam os entendimentos para um restabelecimento global sustentado. 

O presidente da instituição financeira, Haruhiko Kuroda, apontou que o banco se dispôs, caso seja apropriado, a prolongar o prazo de março de 2021 de seu planejamento de resposta à crise, para apoiar empresas que estejam adotando inclusive medidas adicionais de desaceleramento monetário, caso seja preciso. 

O Banco Central japonês também preservou a política financeira, englobando a meta de -0,1% para a taxa de juros de curto prazo e o comprometimento de conduzir os juros de longo prazo em torno de 0%. O pacote de medidas para atenuar os apertos de aporte corporativo também não foi modificado, se tornando o principal mecanismo do banco para lidar com a economia afetada pela pandemia.

O Banco Central japonês também reduziu a expectativa para o núcleo dos preços ao consumidor a uma queda de 0,6% ante recuo de 0,5% visto em julho. Mas reconsiderou a previsão para o próximo ano fiscal para uma alta de 3,6%, contra 3,3% em julho. Além disso, elevou sua apreciação sobre as exportações e produção, dizendo que elas estão expandindo. No meio do ano, a observação era de que estavam em queda. O que o banco espera é que a economia volte a apresentar sinais de crescimento na proporção em que a pandemia começa a apresentar sinais de enfraquecimento. Porém, já avisou que a recuperação vai ser em ritmo de cautela. 

Foto: Reprodução

277 conteúdos

       
Sobre o autor
Jornalista Smart Money Leia, estude, se informe! Apenas novas atitudes geram novos resultados!
       Conteúdos

Quer saber mais sobre investimentos?



Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade




Conteúdos relacionados
AÇÕESNoticiasRenda Variável

Ibovespa corta perdas, mas encerra em baixa nesta quarta (03)

1 minuto/s de leitura
A quarta-feira (03) não foi boa para o Ibovespa. O principal índice acionário brasileiro chegou a recuar mais de 3% no pior…
Noticias

Banco digital Next terá gestão independente

2 minuto/s de leitura
Com o desafio de acelerar o crescimento do banco digital Next, o executivo Renato Ejnisman assume a presidência do mesmo, após 14…
Noticias

Banrisul vai pagar R$ 93 milhões entre seus acionistas

1 minuto/s de leitura
O Banrisul (BRSR6) deliberou na terça-feira (2) o pagamento de R$ 93.050.220 milhões em juros sobre o capital próprio (JCP) referente ao…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, personalizar publicidade e recomendar conteúdos.
Ao utiliza nossos serviços, você concarda com tal monitaramento.
Consulte a nossa Política de Privacidade

x
Aceito o uso de cookies