Noticias

Fique por dentro dos assuntos mais relevantes desta sexta-feira (27)

4 minuto/s de leitura

O mês de novembro foi marcado por uma sequência de anúncios positivos sobre o desenvolvimento de vacinas contra o COVID-19. No mundo todo, são 4 vacinas na Fase 3 de desenvolvimento, a última antes da aprovação e distribuição. Os anúncios geraram ondas de otimismo nas bolsas, que esperam ansiosamente pelo retorno da normalidade.

Um erro na divulgação dos dados sobre uma das vacinas, porém, bota em cheque a confiança do mercado e governos em empresas que prometem imunizar a população contra o vírus.

No Brasil, o teto de gastos continua sendo um assunto latente. Um desencontro de falas de Paulo Guedes e Campos Neto, presidente do BC, provocou atritos e gerou matérias, forçando os dois a dialogarem.

Esses e outros destaques você confere agora.

PAULO GUEDES REBATE COMENTÁRIOS DO PRESIDENTE DO BC. MINISTRO NEGA DIVERGÊNCIAS

O ministro Paulo Guedes conversou por telefone nesta quinta-feira (26) com o presidente do Banco Central, Campos Neto, depois de um atrito gerado entre os dois por conta uma declaração do ministro da economia.

O presidente do BC havia dito na quarta-feira (25) que o Brasil precisa ganhar credibilidade com a aplicação de reformas, e que isso ajudaria no crescimento econômico. Segundo ele, o país também precisa se preocupar com a dívida pública. Horas depois, Paulo Guedes respondeu: “O presidente Campos Neto sabe qual é o plano. Se ele tiver um plano melhor, pergunte a ele qual o plano dele; qual o plano que vai recuperar a credibilidade”.

Depois do atrito, Guedes disse ao Estadão que “não existe eu no Ministério Economia e Campos Neto não estar no BC”, e que admira muito o trabalho do presidente do BC.

Ao SBT, Campos Neto disse na quinta-feira (26) que apenas estava ecoando uma preocupação já apontada pelo ministro. A preocupação é com o teto de gastos e com a imagem de responsabilidade fiscal que o país vai passar para investidores.

OXFORD E ASTRAZENECA ADMITEM ERRO NOS DADOS DA VACINA

A AstraZeneca (AZN) admitiu nesta quinta-feira (26) uma falha no cálculo da dosagem da vacina aplicada em voluntários. Houve um erro também no momento que escolheram para divulgar os resultados.

A AstraZeneca (AZN) havia anunciado juntamente com Oxford que seu imunizante tem eficácia de 90% quando meia dose é aplicada, e 62% quando aplicada de modo completo. Os dados por si só já geraram dúvidas na comunidade científica, mas tudo piorou quando um executivo da empresa disse à Reuters que a aplicação da metade da dose da vacina foi acidental. A porcentagem de 90% de eficácia veio por acidente.

O erro da empresa bota em cheque a confiabilidade depositada por países e população na tão prometida vacina. O imunizante é um dos 4 que estão na fase final de testes.

A notícia é fria para um mercado que tanto espera pela volta da normalidade. A probabilidade do mundo ser imunizado contra o COVID-19 antes do fim do ano é baixíssima, e a notícia sobre o erro de eficácia em uma das empresas mais confiáveis do mercado pode provocar um fim momentâneo no otimismo das bolsas quanto às vacinas.


Saiba mais

Vacina de Oxford e AstraZeneca pode ter eficácia de 90%


AGENDA

Às 9h: o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulga dados sobre a taxa de desemprego no país relativo ao mês de setembro.

Às 9h30: dados de empréstimo e estoques de empréstimo de outubro devem ser divulgados pelo BC.

Na Zona do Euro, dados sobre a confiança de consumidores e empresas foram divulgados mais cedo. O número é 1,1 ponto acima do esperado, ficando em 87,6.

BOLSAS E CÂMBIO

Os principais índices europeus começaram esta sexta-feira (27) registrando altas, mesmo depois das notícias desmotivadoras sobre a vacina desenvolvida pela AstraZeneca (AZN). Ontem, o laboratório de Oxford admitiu que errou nos dados divulgados sobre a eficácia do imunizante, e que a vacina irá precisar de novos testes.

O índice mais afetado pela notícia foi o britânico FTSE 100 (FTSE), que registrou quedas significativas quando o mercado abriu.

Investidores estão de olho no desenvolvimento das vacinas contra COVID-19. Quanto mais rápida for a aprovação e distribuição, mais rápida vai ser a volta da normalidade, seguida de uma recuperação econômica.

Enquanto a volta à normalidade não acontece, o mercado se preocupa com a alta de casos de COVID-19 no continente europeu. Países como Alemanha e França vão ficar em lockdown até pouco antes no natal.

Às 8h da manhã:

  • STOXX 600 (STOXX): +0,02%, indo a 391,71 pontos
  • DAX (GDAXI): +0,26%, indo a 13.321,05 pontos
  • FTSE 100 (FTSE): -0,45%, indo a 6.334,46 pontos
  • CAC 40 (FCHI): +0,51%, indo a 5.595,16 pontos
  • FTSE MIB (FTMIB): +0,38%, indo a 22.285,50 pontos

Os mercados asiáticos chegaram a abrir com perdas nos seus índices, influenciados pela notícia sobre a vacina da AstraZeneca (AZN), mas se recuperarem logo em seguida e fecharam o dia registrando altas. 

  • Hang Seng (HK50): +0,28%, indo a 26.894,68 pontos
  • KOSPI (KS11): +0,29% , indo a 2.633,45 pontos
  • Shanghai Composto (SSEC): +1,14%, indo a 3.408,31 pontos
  • Nikkei 225 (N225): +0,40%, indo a 26.644,71 pontos
  • Shanghai Shenzhen CSI 300 (CSI300): +1,24%, indo a 4.980,76

Afetados pela incerteza quanto a vacina de Oxford, os índices futuros dos EUA começaram o dia registrando ganhos magros. O mercado está dividido entre as notícias desmotivadoras, o crescente número de casos confirmados de COVID-19 no país, e os bons resultados de outras vacinas divulgados durante o mês.

Às 8h da manhã:

  • Nasdaq 100 Futuros subiu +0,36%, indo a 12.196,00 pontos
  • Dow Jones Futuros subiu +0,19%, indo a 29.884,0 pontos
  • S&P 500 Futuros subiu +0,17%, indo a 3.633,38 pontos

Às 9h05 da manhã, o Dólar e o Euro caem ante ao Real:

  • O Dólar até agora caiu -0,17%, a R$ 5,32
  • O Euro caiu -0,06%, a R$ 6,35

Foto: Reuters / Divulgação

Quer investir no mercado de ações mas não sabe por onde começar?

Preencha o formulário abaixo que um assessor da GX Investimentos irá ajudar em sua jornada a liberdade financeira.

123 conteúdos

       
Sobre o autor
Jornalista Smart Money Leia, estude, se informe! Apenas novas atitudes geram novos resultados!
       Conteúdos

Quer saber mais sobre investimentos?



Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade




Conteúdos relacionados
AÇÕESNoticiasRenda Variável

Ibovespa continua caindo e vai aos 115 mil pontos nesta quarta (27)

1 minuto/s de leitura
O Ibovespa continua em seu viés de queda. Nesta quarta-feira (27), o principal índice do mercado brasileiro caiu mais 0,50%, no seu…
Noticias

Microsoft ultrapassa US$ 40 bi em vendas no 4T20

2 minuto/s de leitura
Na noite desta terça-feira (26), a Microsoft revelou seus resultados operacionais referentes ao quarto trimestre do ano de 2020. A companhia reportou…
Noticias

Twitter expande área de atuação e compra a Revue

1 minuto/s de leitura
Dentro de sua meta de expansão, o Twitter (NYSE: TWTR) comprou a  startup Revue. O anúncio foi feito na terça-feira (26). Também…
Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, personalizar publicidade e recomendar conteúdos.
Ao utiliza nossos serviços, você concarda com tal monitaramento.
Consulte a nossa Política de Privacidade

x
Aceito o uso de cookies