Noticias

Anvisa inicia análise de dados de vacinas, CoronaVac tem 50,38% de eficácia geral

2 minuto/s de leitura

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou nesta segunda-feira (11) que técnicos da instituição iniciaram a análise dos dados enviados pelo Instituto Butantan e pela Fundação Oswaldo Cruz a respeito dos imunizantes contra a Covid- 19 produzidos no país.

O Butantan e a Fiocruz fizeram na última sexta-feira (8) os pedidos de uso emergencial das vacinas. Na primeira fase da análise, a Anvisa analisa a capacidade dos imunizantes de impedir casos graves e óbitos resultados da Covid-19. “Ou seja, a agência avalia as evidências diretas de Boas Práticas de Fabricação, qualidade, eficácia, segurança e imunogenicidade. A análise também inclui o plano de minimização dos riscos das vacinas”, apontou em nota a Anvisa.

CORONAVAC TEM EFICÁCIA GERAL DE 50,38%


Em estudo divulgado nesta terça-feira (12), o Instituto Butantan revelou que a CoronaVac, desenvolvida em parceria com a chinesa Sinovac, tem uma eficácia geral de 50,38%. De acordo com o Butantan, a vacina ainda tem uma eficácia de 78% na prevenção de casos sintomáticos leves e, até então, 100% de eficácia na prevenção de casos graves da doença.


Saiba mais

Coronavac apresenta 78% de eficácia contra o Covid-19


Segundo a instituição, os dados apontam para uma boa eficácia da vacina, considerada segura e capaz de ter um grande impacto positivo no combate à pandemia. “Esta vacina tem segurança, tem eficácia e todos os requisitos que justificam o uso emergencial”, apontou Dimas Covas, diretor do instituto.

O resultado do teste geral é acima dos 50% recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pela Anvisa. E, ainda de acordo com o Butantan, a eficácia da vacina pode ser maior quando iniciado o uso comunitário do imunizante. Ricardo Peres, diretor de pesquisa do instituto, afirmou que o cenário das pesquisas foi, propositalmente, muito exigente, já que foi ela foi testada no Brasil tendo exclusivamente profissionais da saúde como voluntários.

Peres afirmou que a testagem em profissionais da saúde foi escolhida pois, uma vez que a vacina se mostrasse eficaz nos testes clínicos, a tendência é que a eficácia seja ainda mais alta no uso comunitário. Na Indonésia, onde o uso emergencial da CoronaVac foi aprovado e deve ser iniciado nesta quarta-feira (13), dados preliminares da fase 3 dos testes apontam para uma eficácia de 65,3% do imunizante.

Quer investir no mercado de ações mas não sabe por onde começar?

Preencha o formulário abaixo que um assessor da GX Investimentos irá ajudar em sua jornada a liberdade financeira
324 conteúdos

       
Sobre o autor
Jornalista Smart Money Leia, estude, se informe! Apenas novas atitudes geram novos resultados!
       Conteúdos

Quer saber mais sobre investimentos?



Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade




Conteúdos relacionados
AÇÕESNoticiasRenda Variável

Ibovespa corta perdas, mas encerra em baixa nesta quarta (03)

1 minuto/s de leitura
A quarta-feira (03) não foi boa para o Ibovespa. O principal índice acionário brasileiro chegou a recuar mais de 3% no pior…
Noticias

Banco digital Next terá gestão independente

2 minuto/s de leitura
Com o desafio de acelerar o crescimento do banco digital Next, o executivo Renato Ejnisman assume a presidência do mesmo, após 14…
Noticias

Banrisul vai pagar R$ 93 milhões entre seus acionistas

1 minuto/s de leitura
O Banrisul (BRSR6) deliberou na terça-feira (2) o pagamento de R$ 93.050.220 milhões em juros sobre o capital próprio (JCP) referente ao…
Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, personalizar publicidade e recomendar conteúdos.
Ao utiliza nossos serviços, você concarda com tal monitaramento.
Consulte a nossa Política de Privacidade

x
Aceito o uso de cookies