AÇÕESNoticias

Após intervenção de Bolsonaro, estatais brasileiras perdem R$ 113,2 bilhões em valor de mercado

2 minuto/s de leitura

Após a intervenção do chefe do Executivo em uma das maiores estatais brasileiras, a Petrobras (PETR4;PETR3), R$ 113,2 bilhões em valor de mercado foram perdidos na segunda-feira (22), somando as quedas da petroleira, Eletrobras (ELET3) e Banco do Brasil (BBAS3).

A Petrobras perdeu R$ 28,2 bilhões em valor de mercado na sexta-feira (19), caindo -7,92% nas ações ordinárias (PETR3), e -6,63% nas preferenciais (PETR4). Na ocasião, Bolsonaro havia sinalizado desconforto com o então presidente da estatal, Roberto Castello Branco, e ameaçou intervenção. 

A decisão de Bolsonaro de demitir o presidente da Petrobras veio às 19h46, depois do mercado ter fechado. Os efeitos reais da demissão só seriam sentidos na segunda-feira (22) com a abertura do Ibovespa.

Na segunda-feira (22), a Petrobras perdeu R$ 74,2 bilhões em valor de mercado, com as preferenciais (PETR4) fechando na negativa de -21,5%, e as ordinárias, -21,7%. Na soma dos dois dias, a Petrobras perdeu R$ 102,4 bilhões em valor no mercado.

Efeito cascata

A Petrobras não foi a única a ver suas ações despencaram na Bolsa de Valores. O Banco do Brasil (BBAS3) chegou a perder R$ 10,5 bilhões em valor de mercado na segunda-feira (22), seguido pela Eletrobras (ELET3), com prejuízo de R$ 900 milhões.

O efeito nas estatais brasileiras não por pouco. Além da inércia negativa do mercado, Bolsonaro já sinalizou querer interferir em outros setores.

“Vamos meter o dedo na energia elétrica, que é outro problema também”, disse Bolsonaro na sexta-feira (19).

Segundo a apuração do O Globo, o presidente do Banco do Brasil, André Brandão, já estaria na mira do Executivo. Ele já estava na mira de Bolsonaro depois do anúncio do banco de demissões voluntárias e fechamento de agências. 

Ontem (22), o BB emitiu uma nota negando a troca de comando da companhia, mas não foi o suficiente para barrar uma queda de -11% na bolsa.


Saiba mais

Petrobras despenca -16,5% após intervenção de Bolsonaro


Preocupação com o futuro

Para economistas, o episódio com a Petrobras pode significar um divórcio de Bolsonaro com os interesses econômicos. Agora, a preocupação é quanto a administração do novo presidente da estatal, Roberto Castello Branco. No caso de um não cumprimento dos valores vigentes no mercado internacional, o Brasil corre o risco de ter sua credibilidade corroída.

Na visão da XP Investimentos, a situação da estatal pode piorar:

“Esperamos uma deterioração nos resultados no futuro, não apenas devido às margens de refino mais baixas, mas também devido aos riscos que a Petrobras deva realizar importações de combustível com prejuízo para evitar qualquer risco de desabastecimento no mercado local”, diz o relatório da XP Investimentos, que rebaixou os papéis da estatal para VENDA.

O desempenho da Petrobras, assim como as futuras atitudes do Executivo, podem mudar o rumo dos planos econômicos para o país. No momento, articulações estão convergindo em uma decisão sobre o Auxílio Emergencial, que depende da aprovação de PECs, como a da Guerra, que tiram o programa da responsabilidade do teto de gastos.

Para Guedes, a votação das PECs pode ajudar a neutralizar a crise gerada pela troca de comando da Petrobras, mas o efeito foi sentido.

O Brasil precisa da boa avaliação de investidores para conseguir se recuperar de forma máxima. Uma piora na credibilidade do país por conta da intervenção pode atrasar a recuperação.

Foto: Reuters / Divulgação

Quer investir no mercado de ações mas não sabe por onde começar?

Preencha o formulário abaixo que um assessor da GX Investimentos irá ajudar em sua jornada a liberdade financeira

168 conteúdos

       
Sobre o autor
Jornalista Smart Money Leia, estude, se informe! Apenas novas atitudes geram novos resultados!
       Conteúdos

Quer saber mais sobre investimentos?



Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade




Conteúdos relacionados
AÇÕESNoticiasRenda Variável

Ibovespa corta perdas, mas encerra em baixa nesta quarta (03)

1 minuto/s de leitura
A quarta-feira (03) não foi boa para o Ibovespa. O principal índice acionário brasileiro chegou a recuar mais de 3% no pior…
Noticias

Banco digital Next terá gestão independente

2 minuto/s de leitura
Com o desafio de acelerar o crescimento do banco digital Next, o executivo Renato Ejnisman assume a presidência do mesmo, após 14…
AÇÕESRenda Variável

Day Trade ao vivo – Benndorf Research 03/03/2021

1 minuto/s de leitura
Benndorf Research A Benndorf nasceu em 2015 com o objetivo de trazer informações e orientações para que o investidor possa gerir seus…
Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, personalizar publicidade e recomendar conteúdos.
Ao utiliza nossos serviços, você concarda com tal monitaramento.
Consulte a nossa Política de Privacidade

x
Aceito o uso de cookies