Notícias

GIRO CORPORATIVO: B3 informa saldo negativo em março; CVM abre processo contra dois ex-executivos da Vale no caso Brumadinho; saiba mais sobre Rede D’Or, Banco BTG, brMalls e Méliuz

4 minuto/s de leitura

B3 (B3SA3)

A Bolsa de valores oficial do Brasil, B3, informou ao mercado que o saldo no mês de março foi negativo na ordem de R$ 4,6 bilhões – esse valor é o resultado de R$ 453,7 bilhões em compras e R$ 458,4 bilhões em vendas – em razão da retirada de R$ 1,2 bilhões no segmento secundário – que reúne ações já listadas, por parte de investidores estrangeiros, no dia 31 de março. Porém, o saldo líquido continua sendo positivo em R$ 12,1 bilhões, considerando desde o início deste ano.

MÉLIUZ (CASH3)

Embora sujeitas a auditoria e também revisão, a companhia Méliuz divulgou uma prévia dos dados operacionais do 1T21, onde a empresa anunciou que abriu 2,4 milhões de contas novas, ou seja, ao longo dos três primeiros meses deste ano, foram abertas uma média de 27 mil contas/dia. Os números representam uma base total de 16,4 milhões de contas abertas, um acréscimo de 73% frente ao 1T20.  

Considerando os últimos 12 meses, o crescimento do número de clientes ativos foi de 2,2 milhões no período dos três primeiros meses do ano passado para 7,1 milhões nesse primeiro trimestre do ano, ou seja, um crescimento de 226%. No período em questão, a startup brasileira originou para os parceiros do marketplace um GMV – Volume Bruto de Mercadorias – avaliado em mais de R$ 833 milhões, o que significa que registrou um aumento de 91% em comparação ao índice, lá no 1T20. 

Considerando o GMV LTM – acumulado nos últimos 12 meses – no 1T21, este representa uma soma de R$ 2,9 bilhões, com alta de 59% em relação a performance examinada no 1T20, apesar do GMV do setor de viagens ainda estar aquém dos números registrados no período em 2020. Por sua vez, o Cartão Méliuz, ao final dos três primeiros meses de 2021, chegou à soma total de 4,5 milhões de pedidos. A empresa considera que este dado é 19 vezes o número alcançado no 1T20. Lembrando que o cartão de crédito co-branded, não tem anuidade e ainda com até 1,8% de cashback. 

REDE D’OR (RDOR3)

Considerado como um dos maiores grupos de hospitais privados do país, a Rede D’Or São Luiz divulgou ao mercado, a aquisição de 51% da Biocor Hospital de Doenças Cardiovasculares (hospital de alta complexidade em BH) através de memorando de entendimentos vinculante. Aquisição essa que foi promovida através de sua afiliada Clínica São Lucas. O valor total da transação do Biocor é de R$ 750 milhões. Deste valor será descontado o endividamento líquido.


Saiba mais

GIRO CORPORATIVO: Petrobras anuncia aumento de 39% no preço do gás natural; conselheiros do BB renunciam; saiba mais sobre Vale, Dasa e Braskem


Com a parceria, a Rede D’OR projeta construir uma unidade junto ao Biocor, com a bandeira Premium (BH Star), estimada entre 150 e 200 leitos, dentro do complexo hospitalar, aumentando sua capacidade em mais de 500 leitos totais. A companhia prevê que o Biocor terá receita de R$ 300 milhões, com um Ebitda de R$ 70 milhões um ano após o fechamento da operação. 

VALE (VALE3)

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) abriu um processo administrativo contra dois executivos da Vale, o ex-presidente da companhia, Fabio Schvartsman e também contra o ex-diretor de ferrosos, Peter Poppinga. O processo se refere ao caso de  Brumadinho, sendo que a autarquia instaurou inquérito em agosto de 2019, para aprofundar a investigação sobre o rompimento da Barragem 1 da Mina Córrego do Feijão, em 25 de janeiro daquele ano.

Em fevereiro daquele ano, a companhia assinou um acordo de reparo com o governo mineiro no valor de R$ 37,68 bilhões, cifra essa que busca abranger os direitos socioeconômicos e socioambientais, pois os crimes individuais não estão inclusos no pagamento. No início da investigação, a CVM pediu que fosse feito o compartilhamento de informações existentes nos procedimentos instaurados pela Polícia Federal, Ministério Público Federal e ainda pela 1ª Promotoria de Justiça de Brumadinho. 

BTG PONTUAL (BPAC11) 

Com um valor de R$ 3,7 bilhões o BTG Pactual adquiriu a participação da Caixapar, subsidiária da CEF, no Banco Pan. A divulgação da transação foi feita através de fato relevante, anunciado nas primeiras horas de hoje, terça-feira (6). A transação se refere a 49,2% do capital votante e 26% do capital social do Pan. O BTG firmou o compromisso de pagar à Caixapar o valor de R$ 11,42 para cada uma das ações ordinárias. Atualmente, os papéis do Pan são negociados a R$ 11,24 na Bolsa. O fato relevante divulga ainda que o BTG passará a controlar o Pan. Observando que em setembro de 2020, o BTG já havia aumentado sua participação em 44,85% do Banco Pan.

O BTG informou ainda nesta terça, que, seguindo o rastro de aquisições, adquiriu 100% da fintech de investimentos Kinvo por R$ 72 milhões. Em comunicado, a instituição ressaltou que a Kinvo tem mais de 700 mil usuários, que representam mais de R$ 100 bilhões em investimentos cadastrados. A plataforma permite que usuários consolidem investimentos de várias instituições em uma só carteira.

BRMALLS (BRML3)

Com restrições de horários, seguindo determinação de autoridades para o combate da crise na saúde mundial, a brMalls deliberou a abertura de oito shoppings com restrições no horário de funcionamento. No comunicado divulgado na última segunda-feira (5), a companhia disse que a decisão segue a orientação das autoridades públicas no combate à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). No dia 31 de março, o Goiânia Shopping (GO) e o Araguaia Shopping (GO) voltaram a funcionar. No dia 1 de abril, o Shopping Recife (PE) retomou suas atividades e o Top Shopping (RJ) em 3 de abril. Na segunda, as atividades reiniciaram nos shoppings Curitiba (PR), Estação (PR), Campo Grande (MS) e no Shopping Vila Velha (ES). 

De forma temporária, estão fechadas as operações no Shopping Estação Cuiabá, desde 31 de março, por ordem das autoridades públicas, estando em atividades somente os serviços de delivery e atividades essenciais. Ainda na segunda, a administradora estava com 14 de suas operações abertas, representando 46% da Área Bruta Locável (ABL) total e 40,7% da ABL própria da companhia e 28,4% do Net Operating Income (NOI) registrado em 2019.

Quer investir no mercado de ações mas não sabe por onde começar?

Preencha o formulário abaixo que um assessor da GX Investimentos irá ajudar em sua jornada a liberdade financeira
315 conteúdos

       
Sobre o autor
Jornalista Smart Money Leia, estude, se informe! Apenas novas atitudes geram novos resultados!
       Conteúdos

Quer saber mais sobre investimentos?



Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade




Conteúdos relacionados
Notícias

Após frenesi, GameStop sai em busca de novo CEO e uma reestruturação completa

1 minuto/s de leitura
Após frenesi das ações da GameStop (GME), que chegaram a valorizar mais de 2.000% em menos de um ano, a companhia do…
AÇÕESNotíciasRenda Variável

Ibovespa segue boa sequência e volta aos 120 mil pontos nesta quarta (14)

1 minuto/s de leitura
Nesta quarta-feira, o Ibovespa deu seguimento à sua boa fase, subindo 0,84% e chegando novamente aos 120 mil pontos desde o dia…
Notícias

Em reconciliação com caminhoneiros, governo reduz mistura obrigatória no óleo diesel fóssil

2 minuto/s de leitura
Após meses tensos com ameaças de paralisação por parte da categoria de caminhoneiros, o Governo Federal busca reconciliação. Uma resolução do CNPE…
Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, personalizar publicidade e recomendar conteúdos.
Ao utiliza nossos serviços, você concarda com tal monitaramento.
Consulte a nossa Política de Privacidade

x
Aceito o uso de cookies