Curiosidades

A história do partnership

1 minuto/s de leitura


O Partnership é um conceito utilizado por algumas empresas principalmente no mercado financeiro, que traz aos colaboradores de maior destaque a oportunidade de se tornarem sócios da empresa.

Essa forma de “incentivo” serve tanto para reconhecer os bons profissionais, quanto para aumentar o alinhamento dos mesmos com a organização como um todo.

Agora como sócio, esse funcionário ou associado passa a deter um equity como patrimônio, o qual pode crescer e rentabilizar associado ao desempenho da companhia.

A primeira vez que o Partnership apareceu na literatura foi na obra de Herman Melville, Moby Dick. No romance, os tripulantes da embarcação que caçava a grande baleia branca que da nome ao livro, tornaram-se sócios do navio comandado pelo capitão Ahab.

Já no mundo corporativo, o modelo foi inicialmente introduzido por empresas norte americanas, como Goldman Sachs e foi trazido para o Brasil em 1971, pelo empresário Jorge Paulo Lehman, fundador do banco Garantia.

Atualmente diversas empresas utilizam do modelo como a XP Inc. e a Messem Investimentos. Particularmente acredito muito nesse conceito, pois uma vez que passamos a ter mais pessoas dentro da organização com o “olhar de dono” temos um grupo mais alinhado com o resultado global da companhia.

A ideia de “dividir o bolo em mais pedaços para se ter um bolo maior” funciona. Dividir os resultados também gera como consequência o aumento de responsabilidade e engajamento de todos.

Mas é praticamente impossível falar de Partnership sem tratar também de meritocracia. Para que o modelo funcione é preciso ter um mecanismo de reconhecimento efetivo tanto para eleger os novos sócios como para a manutenção da participação deles dentro do quadro societário.

Em tempos onde a pauta “gente” está cada vez mais em alta nas organizações, ter mais pessoas como sócios é um mecanismo, que se bem implementado, cria uma rota para o sucesso, afinal se o “olho do dono que engorda o gado”, por quê não termos vários donos olhando para o mesmo pasto?

20 conteúdos

       
Sobre o autor
Willian Kahler é sócio e assessor financeiro responsável pela área de expansão da Messem Investimentos. No mercado há mais de 10 anos, Willian começou sua trajetória como assessor de investimentos certificado pela Ancord. Atraído pelo propósito de popularizar o conhecimento sobre o mercado financeiro e auxiliar pessoas a realizarem seus objetivos por meio de investimentos fora dos bancos tradicionais, tornou-se destaque em sua função. Há cinco anos está à frente do trabalho de contratação e treinamento de novos assessores e foi responsável pelo desenvolvimento e transição de carreira de mais de 350 profissionais. Como sócio também é responsável pelas estratégias de M&A e novas unidades da Messem, uma das maiores empresas de assessoria financeira do Brasil, com mais de R$ 17 bilhões em custódia.
       Conteúdos
Conteúdos relacionados
ArtigosCuriosidadesEducação Financeira

VGBL

3 minuto/s de leitura
A Previdência Privada Aberta geralmente é conhecida por 2 tipos: PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre); VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre);…
Curiosidades

Prá lá de Marrakech

6 minuto/s de leitura
Todos os viajantes que eu conheço tem o seu jeito particular de programar suas viagens. Uns só viajam com apoio de uma…
Curiosidades

Quanto o Brasil investe em energytechs?

2 minuto/s de leitura
Você conhece as energytechs?  Trata-se de empresas do setor de produção elétrica voltadas para um modelo mais sustentável e de energia verde. São também…
Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, personalizar publicidade e recomendar conteúdos.
Ao utiliza nossos serviços, você concarda com tal monitaramento.
Consulte a nossa Política de Privacidade

x
Aceito o uso de cookies