Internacional

Cofundador do Talibã será líder do novo governo afegão; Ataque terrorista deixa seis feridos na Nova Zelândia; mercado internacional e mais

5 minuto/s de leitura

COFUNDADOR DO TALIBÃ SERÁ LÍDER DO NOVO GOVERNO AFEGÃO

O mulá Abdul Ghani Baradar será o líder do novo governo do Afeganistão sob controle do Talibã. A informação foi revelada por fontes à agência Reuters nesta sexta-feira (03) e o anúncio oficial deve ser feito nos próximos dias.

Mulá Baradar, como é chamado, é um dos membros fundadores do Talibã, grupo extremista que domina o Afeganistão desde o dia 15 de agosto, quando a capital Cabul foi tomada por seus militantes. Na hierarquia do grupo, Baradar é atualmente o “número 2” do Talibã.

Ele está no Afeganistão desde o dia 17 de agosto, sendo o primeiro líder do alto escalão do Talibã a entrar oficialmente no país desde que os Estados Unidos iniciaram a ocupação na região em 2001.

Segundo apurações, a intenção do Talibã é formar um governo de transição composto integralmente por membros do grupo. “Todos os líderes principais chegaram a Cabul, onde os preparativos para anunciar o novo governo estão em estágio final”, apontou à Reuters uma fonte liga ao grupo.

Atualmente, o Talibã controla quase todas as províncias afegãs, com exceção da região do Vale de Panjshir, ao norte de Cabul. A província também resistiu ao controle do grupo quando o Talibã esteve no comando do Afeganistão até 2001. Nesta sexta, um confronto armado marcou a disputa pelo território do vale.

Segundo informações, o líder supremo do Talibã, Hibatullah Akhundzada, se concentrará em questões religiosas enquanto Baradar comanda o governo afegão.

ATAQUE TERRORISTA DEIXA SEIS FERIDOS NA NOVA ZELÂNDIA

Um homem ligado ao Estado Islâmico esfaqueou seis pessoas em um supermercado na cidade de Auckland, na Nova Zelândia, nesta sexta-feira. Três pessoas encontram- se estado crítico e uma em estado grave.

O homem, que não teve nome ou idade revelados, era natural do Sri Lanka e estava na Nova Zelândia desde 2011. Segundo a primeira-ministra neozelandesa, Jacinda Ardern, revelou que ele tinha seu nome incluído em uma lista de terroristas. O Estado Islâmico não se manifestou sobre o ataque.

“Foi odioso, foi errado. Foi realizado por um indivíduo, não por uma fé, não uma cultura, não uma etnia”, apontou a premiê. “Foi um ataque violento e sem sentido contra inocentes neozelandeses”.

Segundo Ardem, o homem era tido como ameaça pelas autoridades neozelandesas desde 2016, mas não podia ser mantido em prisão por motivos legais. Ele estava sendo vigiado 24 horas por dia, inclusive no momento do ataque, por conta da sua ligação com o EI. Ele foi morto cerca de 60 segundos após começar os ataques com uma faca que retirou da vitrine de uma loja.

“Fazíamos o possível para monitorá-lo e isso possibilitou uma intervenção em cerca de 60 segundos, o que prova o nível de vigilância”, apontou o comissário de polícia Andrew Coster. A polícia afirma que o homem agiu sozinho e considerou o caso um fato isolado.

BIDEN PEDE QUEBRA DE SIGILO NAS INVESTIGAÇÕES SOBRE 11 DE SETEMBRO

O presidente norte-americano, Joe Biden, assinou nesta sexta-feira uma ordem executiva para que o Departamento de Justiça dos Estados Unidos avalie a retirada de sigilo sobre as investigações acerca do atentado terrorista de 11 de setembro, que completa 20 anos em 2021.

“Quando me candidatei à presidência, assumi o compromisso de garantir a transparência com relação à divulgação de documentos sobre os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001 na América”, apontou o presidente. “À medida que nos aproximamos do 20º aniversário daquele dia trágico, estou honrando esse compromisso”.

Biden vem sendo pressionado por familiares de vítimas para cumprir com sua promessa de campanha. A ordem assinada obriga o secretário de Justiça americano, Merrick Garland, a tornar os documentos ligados à investigação nos próximos seis meses. Entre outras pautas, familiares das vítimas buscam mais informações sobre um possível envolvimento do governo da Arábia Saudita no atentado.

Na manhã do dia 11 de setembro de 2001, terroristas sequestraram quatro aviões comerciais em território norte-americano. Duas aeronaves colidiram contra as Torres Gêmeas, no complexo do World Trade Center em Nova York. Os prédios desmoronaram menos de duas horas após as colisões.

Um terceiro avião colidiu contra o Pentágono, sede do Departamento de Defesa dos EUA em Arlington – cidade no entorno da capital norte-americana, Washington. Um quarto avião caiu em um campo aberto na Pensilvânia após confronto entre terroristas e passageiros.

Ao todo, 2.996 pessoas morreram nos ataques, incluindo os 19 terroristas. Nenhum passageiro dos quatro aviões sobreviveu. A autoria do ataque foi assumida pelo grupo terrorista al-Qaeda, liderado por Osama bin Laden.

Os ataques de 11 de setembro de 2001 foram o estopim para a invasão do Afeganistão por tropas ocidentais, lideradas pelos EUA. O governo norte-americano iniciou a ocupação como parte da caçada a bin Laden e como forma de minar a presença da al-Qaeda na região do Afeganistão e Paquistão.

A Guerra do Afeganistão foi encerrada com a retirada das tropas americanas do Afeganistão, operação concluída na última segunda-feira (30). O conflito foi o confronto armado mais duradouro com envolvimento dos EUA fora do território americano.

JAPÃO: SUGA DESISTE DE CONCORRER À REELEIÇÃO COMO PRESIDENTE DO PLD

(Agência Brasil) O primeiro-ministro do Japão, Suga Yoshihide, anunciou que não será candidato à eleição para a presidência da maior legenda governista do país, o Partido Liberal Democrático (PLD), que será realizada este mês. A desistência de concorrer à reeleição significa que, em breve, o Japão terá novo premiê.

Suga fez o anúncio nesta sexta-feira (3), em reunião extraordinária da executiva do PLD. Ele disse que não será candidato para se concentrar em medidas de combate ao novo coronavírus. A eleição para a presidência do partido está marcada para o dia 29.

Além disso, ele teria informado que não fará a substituição de ocupantes de cargos na executiva do partido, prevista para segunda-feira 13).

Suga Yoshihide tinha manifestado a intenção de concorrer à reeleição ao se encontrar, nessa quinta-feira, com o secretário-geral do PLD, Nikai Toshihiro.

Hoje, porém, após a reunião de dirigentes do partido, ele afirmou à imprensa que mudou de ideia. “Concluí que devia escolher entre fazer campanha pela reeleição ou me concentrar em medidas de combate ao novo coronavírus, por não ser capaz de lidar simultâneamente com dois desafios tão desgastantes. Decidi, assim, me concentrar no combate à covid-19 para evitar uma propagação maior do contágio.”

Um dos interessados em concorrer à presidência do Partido Liberal Democrático é o ex-ministro dos Negócios Estrangeiros Kishida Fumio. A ex-ministra do Interior e Telecomunicações Takaichi Sanae também pretende se candidatar, mas, para concorrer, precisará obter a assinatura de 20 parlamentares filiados ao PLD.


Saiba mais

Biden culpa a variante Delta pela geração de emprego abaixo do esperado


BOLSAS E CÂMBIO

Confira os números do mercado europeu:

  • STOXX 600 (STOXX): -0,56% (R$ 471,92)
  • DAX (GDAXI): -0,37% (R$ 15.781,20)
  • FTSE 100 (FTSE): -0,36% (7.138,35)
  • CAC 40 (FCHI): -1,08% (6.689,99)
  • FTSE MIB (FTMIB): -0,64% (26.064,78)

Confira os números do mercado asiático:

  • Hang Seng (HK50): +0,24% (26.090,43)
  • KOSPI (KS11): -0,97% (3.175,85)
  • Shanghai Composto (SSEC): +0,84% (3.597,04)
  • Nikkei 225 (N225): +0,33% (28.543,51)
  • Shanghai Shenzhen CSI 300 (CSI300): -0,54% (4.843,06) 

Confira os números do mercado norte-americano:

  • Dow Jones (DJI): -0,21% (35.369,09)
  • S&P 500 (SPX): -0,03% (4.535,43)
  • Nasdaq Composto (IXIC): +0,21% (15.363,50)

Confira a cotação das principais moedas estrangeiras:

  • Dólar: 0,00% (R$ 5,18)
  • Euro: +0,05% (R$ 6,15)

Imagem em destaque: iG / divulgação

608 conteúdos

       
Sobre o autor
Jornalista Smart Money Leia, estude, se informe! Apenas novas atitudes geram novos resultados!
       Conteúdos
Conteúdos relacionados
FechamentoInternacional

Evergrande evita calote, paga juros e anima o mercado europeu nesta sexta-feira (22); Bolsas da Ásia sem direção única

1 minuto/s de leitura
Nesta sexta-feira (22), a Evergrande continuou movimentando o mercado acionário da Europa e da Ásia. A gigante do mercado imobiliário chinês transferiu fundos para uma conta no…
Internacional

Contra Covid-19, Moscou adotará lockdown a partir da próxima semana

2 minuto/s de leitura
O prefeito de Moscou, Sergei Sobyanin, anunciou nesta quinta-feira (21) que a capital da Rússia voltará a adotar um lockdown para conter o avanço da…
FechamentoInternacional

Evergrande dita o ritmo, e bolsas da Europa e Ásia fecham em queda nesta quinta (21)

1 minuto/s de leitura
A incorporadora chinesa Evergrande continua causando barulho no mercado financeiro. Após a gigante do setor imobiliário, que possui mais de US$ 300 bilhões em dívidas, desistir…
Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, personalizar publicidade e recomendar conteúdos.
Ao utiliza nossos serviços, você concarda com tal monitaramento.
Consulte a nossa Política de Privacidade

x
Aceito o uso de cookies