Destaques do dia

Secretário do governo diz que Auxílio Brasil entra em vigor ainda neste ano, orçamento secreto banca obra que beneficia ministro; e mais

3 minuto/s de leitura

Segundo o secretário do governo, o Auxílio Brasil deve entrar em vigor ainda neste ano, viabilizado graças ao aumento temporário do IOF. 

De acordo com dados do Ministério do Turismo, uma obra milionária deve beneficiar diretamente um ministro do governo. 

Na agenda, destaque para o Boletim Focus. 

Quanto às bolsas, atenção total para a segunda maior companhia do ramo imobiliário da China, que está na beira de um colapso. 

Esses e outros destaques você confere agora.

BRUNO FUNCHAL: AUXÍLIO BRASIL ENTRA EM VIGOR EM NOVEMBRO 

Segundo o secretário especial do Tesouro e Orçamento do Ministério da Economia, Bruno Funchal, o Auxílio Brasil, programa que substituirá o Bolsa Família, entrará em vigor entre novembro e dezembro deste ano pagando R$ 300. 

Em relação aos atuais valores pagos pelo Bolsa Família, a mudança representa um aumento de R$ 111. 

O anúncio foi feito na sexta-feira (17) durante um evento da Fucape Business School. O programa entra em vigor neste ano pois não pode iniciar em um ano eleitoral. 

“Terminando o auxílio emergencial cai no novo programa, nos últimos dois meses. Tem a compensação para novembro e dezembro, por isso foi editado o IOF. Para compensação do Auxílio Brasil de R$ 300”, disse o secretário. 

No caso do financiamento do programa para os dois últimos meses do ano, o governo aprovou o aumento do Imposto sobre Operações de Crédito, Câmbio e Seguro, ou relativas a Títulos ou Valores Mobiliários (IOF). 

Para os anos seguintes, o governo deve contar com a segunda parte da Reforma Tributária, que altera o Imposto de Renda para a pessoa física e jurídica (IRPF e IRPJ), além de uma outra medida que visa criar espaço fiscal, como uma possível PEC dos precatórios ou medidas judiciais defendidas pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), presidido pelo ministro Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF). 

A situação já enfrenta polêmicas, pois o ministro da Economia, Paulo Guedes, se referiu à conta dos precatórios do ano que vem como uma “decisão política” da parte do STF. 

ORÇAMENTO SECRETO BANCA OBRA QUE FAVORECE MINISTRO 

Segundo apurações do Estadão, R$ 1,4 milhão do chamado orçamento secreto será direcionado para a criação de um mirante no município de Monte das Gameleiras, Rio Grande do Norte. A obra ficará 300m próxima à um condomínio privado do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho. 

Segundo as apurações, Marinho negou o envolvimento nos repasses de verbas em uma audiência da Comissão de Trabalho, Administração e Serviços Públicos da Câmara. Por meio do acesso às planilhas do Ministério do Turismo, porém, o ministro é o autor dos repasses de recursos.


Saiba mais

Guedes defende solução judicial para precatórios


AGENDA 

Na agenda de hoje, o destaque do dia fica para a publicação do Boletim Focus, relatório semanal divulgado pelo Banco Central (BC) contendo projeções importantes para o mercado brasileiro. O documento conta com a contribuição de mais de 100 instituições financeiras. 

Em Hong Kong, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) fechou o mês de agosto registrando alta anual de 1,60%, uma desaceleração considerável considerando o índice anual registrado no mês imediatamente anterior (3,70%). 

Durante a madrugada, foi divulgado o relatório mensal do Banco Central da Alemanha

Às 8h30, teve pronunciamento de Isabel Schnabel, do Banco Central Europeu (BCE). 

Às 11h, é divulgado o Ìndice de Mercado Imobiliário da Associação Nacional de Construtores (NAHB)

BOLSAS E CÂMBIO 

No início da manhã, as bolsas europeias apresentam quedas substanciais, impactadas pelo risco de calote envolvendo a companhia chinesa Evergrande, do ramo imobiliário. 

Uma das maiores companhias asiáticas do setor comunicou aos bancos que não conseguirá pagar suas dívidas, que somam mais de US$ 300 bilhões. 

O acontecimento tem potencial de “infectar” o resto do setor, dizem os economistas, com outras companhias do país podendo optar por não honrarem seus contratos com os bancos. 

Às 8h da manhã: 

  • STOXX 600 (STOXX): -1,91%, indo a 453,01 pontos 
  • DAX (GDAXI): -2,25%, indo a 15.140,95 pontos 
  • FTSE 100 (FTSE): -1,58%, indo a 6.853,48 pontos 
  • CAC 40 (FCHI): -2,19%, indo a 6.426,39 pontos 
  • FTSE MIB (FTMIB): -2,30%, indo a 25.118,00 pontos 

Na Ásia, os mercados da China, Japão e Coreia do Sul estão fechados para o feriado, e mantiveram os dados de alta da sexta-feira (17). 

  • Hang Seng (HK50): -3,30%, indo a 24.099,14 pontos 
  • KOSPI (KS11): +0,33%, indo a 3.140,51 pontos
  • Shanghai Composto (SSEC): +0,19%, indo a 3.613,97 pontos
  • Nikkei 225 (N225): +0,58%, indo a 30.500,05 pontos
  • Shanghai Shenzhen CSI 300 (CSI300): +1,00%, indo a 4.855,94 pontos

Às 8h da manhã, os índices futuros dos EUA apresentam resultados negativos: 

  • Nasdaq 100 Futuros: -1,06%, indo a 15.170,20 pontos 
  • Dow Jones Futuros: -1,53%, indo a 34.056,50 pontos 
  • S&P 500 Futuros: -1,31%, indo a 4.374,80 pontos 

Acompanhe as cotações do Dólar e o Euro na manhã desta segunda-feira (20): 

  • Às 9h03, o Dólar subiu +0,69%, a R$ 5,32 
  • Às 9h03, o Euro subiu +0,49%, a R$ 6,23 

Foto: Agência Brasil / Reprodução

774 conteúdos

       
Sobre o autor
Jornalista Smart Money Leia, estude, se informe! Apenas novas atitudes geram novos resultados!
       Conteúdos
Conteúdos relacionados
Destaques do dia

Confira os fatos que movimentam o mercado nesta segunda-feira (25)

1 minuto/s de leitura
AGENDA  No Brasil, o destaque do dia fica para a publicação do Boletim Focus, relatório semanal do Banco Central (BC) contando com projeções importantes…
Destaques do dia

Secretários do Orçamento e Tesouro Nacional pedem exoneração do cargo, Bolsonaro defende “auxílio” de R$ 400 para caminhoneiros; e mais

5 minuto/s de leitura
Após uma semana marcada por impasses e embates relacionados ao Auxílio Brasil, os secretários do Orçamento e Tesouro Nacional pediram exoneração do…
Destaques do dia

Guedes confirma Auxílio Brasil de R$ 400, Lira sofre derrota na Câmara e PEC do CNMP cai; e mais

4 minuto/s de leitura
Apesar dos impasses gerados no orçamento do governo, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse ontem (20) que o Auxílio Brasil será de…
Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, personalizar publicidade e recomendar conteúdos.
Ao utiliza nossos serviços, você concarda com tal monitaramento.
Consulte a nossa Política de Privacidade

x
Aceito o uso de cookies