Destaques do dia

Votação da reforma do IR deve ficar para 2022, BC realiza leilão de swap nesta segunda; e mais

4 minuto/s de leitura

Segundo o relator da reforma do Imposto de Renda (IR), a votação da proposta deve ficar para o ano que bem. Para ele, faltam inúmeras discussões de um texto amplamente complexo. 

O Banco Central (BC) anunciou que fará leilão de swap cambial tradicional nesta segunda-feira (27). 

Na agenda, destaque para a publicação do Boletim Focus e de dados de empréstimos bancários. 

Nas bolsas, a atenção do mercado está voltada para a alta nos preços de petróleo. 

Esses e outros destaques você confere agora. 

SEGUNDO RELATOR, A VOTAÇÃO DA REFORMA DO IR DEVE FICAR PARA O ANO QUE VEM 

Segundo o relator da segunda parte da Reforma Tributária, que trata de mudanças no Imposto de Renda (IR), o senador Ângelo Coronel (PSD-BA), a votação da proposta deve ficar para o ano que vem. 

Segundo ele, precisa de mais tempo para que se faça “justiça fiscal”. 

“É um projeto muito complexo. Eu não tenho condições de fazer um relatório, estamos já para entrar em outubro, em dezembro, daqui a 60 e poucos dias começa o recesso. Eu não posso apresentar um relatório sem estar bem embasado”, disse ele para a rádio CBN. 

Durante a entrevista, o relator criticou as afirmações feitas pelo Ministério da Economia e membros do governo federal quanto a obrigatoriedade da votação para que o novo Bolsa Família seja viabilizado. Para o senador, isso é “simplesmente isso é uma pressão para que o Parlamento aprove com rapidez”, mas que a proposta complexa ainda precisa de discussão. 

A reforma no IR arranca inúmeras críticas dos setores da economia por ter sido um texto votado às pressas na Câmara dos Deputados. O receio é que a proposta, do jeito que está, represente mais cargas de impostos para a população. 

“Em suma, foi uma proposta aprovada na Câmara com muito empirismo, sem dados reais. Essa que é a verdade. Agora, a gente precisa dar um freio de arrumação, analisar, levantar os dados da receita tributária brasileira e, a partir daí, fazer um texto que sirva, pelo menos, como parâmetro para as futuras arrecadações do Brasil.”, disse o relator. 

Nesta segunda-feira (27), o relator possui reuniões com os presidentes da Câmara dos Deputados e Senado Federal, Arthur Lira (PP-AL) e Rodrigo Pacheco (DEM-MG). Quanto a isso, ele deu sinal que um relatório já pode estar pronto neste ano. 

“Evidentemente que há um risco de não ser aprovado neste ano. Quando chegar próximo ao Natal teremos o recesso e essa matéria fica, provavelmente, para o ano seguinte. Mas vamos fazer de tudo para que a gente consiga matar esse assunto ainda neste ano”, disse ele. 

BC REALIZA LEILÃO DE SWAP PARA CONTER EFEITOS DE DEMANDA 

O Banco Central (BC) anunciou que fará, nesta segunda-feira (27), leilão de swap cambial tradicional. A operação deve ocorrer entre às 10h30 e 10h40, entre os vencimentos de 1º de junho de 2022 e 1º de setembro de 2022. 

“A frequência de realização dos leilões, bem como a quantidade de contratos objeto de cada oferta, poderão passar por ajustes, a critério do BC”, diz o BC. 

Segundo a entidade, a operação acontece para tentar conter os efeitos de demanda relacionada ao overhedge. 


Saiba mais

Evergrande: entenda o risco de colapso da gigante chinesa que assusta o mercado financeiro e os possíveis efeitos no Brasil


AGENDA 

No Brasil, o destaque do dia fica para a publicação do Boletim Focus às 8h25, relatório semanal divulgado pelo Banco Central (BC) contando com a colaboração de mais de 100 instituições financeiras. 

Às 9h30, dados de empréstimos bancários referentes ao mês de agosto são publicados pelo Banco Central. 

Durante a madrugada, foram publicados dados do Índice de Preços ao Produtor (IPP) da Espanha, com crescimento anual de 18% no mês de agosto, representando uma aceleração comparado com dados do mês imediatamente anterior (15,6%). 

Às 7h, foi publicado o relatório mensal do Banco Central da Alemanha. 

Às 8h45, teve discurso de Christine Lagarde, presidente do Banco Central Europeu (BCE). 

Às 9h30 nos Estados Unidos, é publicado o núcleo de pedidos de bens duráveis referente ao mês de agosto, com expectativa de crescimento de 0,5% comparado com o mês imediatamente anterior (0,8%). 

Às 10h, tem discurso de Williams, membro do Comitê Federal de Mercado Aberto (FOMC). 

Às 20h50 no Japão, a ata da reunião de política monetária é publicada pelo Banco do Japão (BoJ). 

Para finalizar o dia, às 22h30, dados do lucro industrial chinês referente ao mês de agosto são publicados. 

BOLSAS E CÂMBIO 

Pela manhã, boa parte dos índices europeus registram resultados positivos na última semana de setembro. 

O mercado segue de olho na companhia Evergrande, da China, mas não é um fator que guia o mercado nesta segunda-feira (27). Hoje, o mercado vira os olhos para os preços do petróleo, impulsionado pelo aumento da demanda nessa grande retomada global pós-pandemia. 

Às 8h da manhã: 

  • STOXX 600 (STOXX):0,52%, indo a 463,05 pontos 
  • DAX (GDAXI): +0,38%, indo a 15.591,05 pontos 
  • FTSE 100 (FTSE): +0,02%, indo a 7.052,75 pontos 
  • CAC 40 (FCHI): +0,24%, indo a 6.654,42 pontos 
  • FTSE MIB (FTMIB): +0,28%, indo a 26.041,00 pontos 

Sem rumo, os índices asiáticos fecharam registrando resultados mistos, com um mercado pressionado pela crise energética na China. 

Por lá, a oferta de carvão e novos padrões de emissão afetam a grande cadeia de abastecimento do país. 

Para economistas, a situação pode, fatalmente, atingir o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do país, já prejudicado devido ao avanço da variante Delta do novo Coronavírus. 

Ainda na China, o banco central do país injetou US$ 15,5 bilhões à economia através de operações de compra reversa, tentando manter liquidez no sistema bancário. 

  • Hang Seng (HK50): +0,07%, indo a 24.208,78 pontos 
  • KOSPI (KS11): +0,27%, indo a 3.133,64 pontos 
  • Shanghai Composto (SSEC): –0,84%, indo a 3.582,83 pontos 
  • Nikkei 225 (N225): -0,03%, indo a 30.240,06 pontos 
  • Shanghai Shenzhen CSI 300 (CSI300): +0,58%, indo a 4.877,37 pontos  

Às 8h da manhã, os índices futuros dos EUA apresentam resultados mistos: 

  • Nasdaq 100 Futuros: 0,51%, indo a 15.252,00 pontos 
  • Dow Jones Futuros: +0,21%, indo a 34.871,80 pontos 
  • S&P 500 Futuros: –0,06%, indo a 4.452,90 pontos 

Acompanhe as cotações do Dólar e o Euro na manhã desta segunda-feira (27): 

  • Às 9h03, o Dólar caiu -0,40%, a R$ 5,32 
  • Às 9h03, o Euro caiu -0,55%, a R$ 6,22 

Foto: Agência Senado / DIvulgação

774 conteúdos

       
Sobre o autor
Jornalista Smart Money Leia, estude, se informe! Apenas novas atitudes geram novos resultados!
       Conteúdos
Conteúdos relacionados
Destaques do dia

Confira os fatos que movimentam o mercado nesta segunda-feira (25)

1 minuto/s de leitura
AGENDA  No Brasil, o destaque do dia fica para a publicação do Boletim Focus, relatório semanal do Banco Central (BC) contando com projeções importantes…
Destaques do dia

Secretários do Orçamento e Tesouro Nacional pedem exoneração do cargo, Bolsonaro defende “auxílio” de R$ 400 para caminhoneiros; e mais

5 minuto/s de leitura
Após uma semana marcada por impasses e embates relacionados ao Auxílio Brasil, os secretários do Orçamento e Tesouro Nacional pediram exoneração do…
Destaques do dia

Guedes confirma Auxílio Brasil de R$ 400, Lira sofre derrota na Câmara e PEC do CNMP cai; e mais

4 minuto/s de leitura
Apesar dos impasses gerados no orçamento do governo, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse ontem (20) que o Auxílio Brasil será de…
Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, personalizar publicidade e recomendar conteúdos.
Ao utiliza nossos serviços, você concarda com tal monitaramento.
Consulte a nossa Política de Privacidade

x
Aceito o uso de cookies