Notícias

Fique por dentro dos 5 principais assuntos desta segunda-feira

3 minuto/s de leitura

Saiba quais são as principais notícias desta manhã, para iniciar seu dia e sua semana bem informados.

1 – Bolsas mundiais começam a semana em queda

As notícias sobre a segunda onda de propagação do novo coronavírus na europa e nos Estados Unidos impactaram negativamente nas bolsas mundiais nesta segunda-feira. O impasse nos EUA sobre a aprovação de um pacote fiscal também é um fator, já que os democratas e republicanos continuam trocando farpas e ainda não obtiveram sucesso no fechamento do acordo.

Em Nova York, o Nasdaq futuro cai de 0,83%, enquanto o Dow Jones registra queda de 0,95%, e os futuros do S&P 500 caem 0,95%.

Na Europa, o FTSE MIB, da Itália, cai 0,67%, enquanto na França, o CAC, de Paris, registra queda de 0,51¨%. Em Londres, FTSE 100 desvaloriza 0,26% e no DAX da Alemanha, 2,07%.

No continente asiático, os impactos também afetaram os mercados, que fecharam em queda. Em Tóquio, o Nikkei registrou desvalorização 0,09%. O índice Kospi, da Coreia do Sul caiu 0,72%. Na China, o índice Shanghai fechou em queda de 0,82%. Os mercados de Hong Kong e Malásia estão fechados nestas segunda-feira devido a um feriado.

2 – Expectativas do dia

O Banco Central divulga hoje o Boletim Focus, com dados sobre as expectativas dos economistas para indicadores como taxa de juros, PIB e inflação.

Às 9h30, serão divulgados os dados sobre taxa de inadimplência no Brasil pelo governo federal. Às 15h, também divulga os dados da balança comercial semanal.

Nos EUA, o governo divulga as informações sobre vendas de casas novas no país, às 11h.

Na China, às 22h30, acontece a divulgação dos dados de lucro industrial referente ao mês de setembro.

3 – Empresários estão otimistas, mas desconfiados

Em pesquisa feita pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da FGV, publicada ontem pela, Folha de São Paulo, 67,8% dos empresários revelam que estão confiantes com um ambiente de negócios mais próspero no Brasil. Entre as razões para as boas expectativas está a boa perspectiva de melhora da economia mundial, que foi citada por 56,1% dos entrevistados. Outros 51,6% citam a recuperação do seu setor de atuação como fator importante para uma melhora na economia.

Por outro lado, como fatores negativos são citados a incerteza econômica (70,8%), incertezas em relação à pandemia (64,9%), falta de confiança na política econômica do governo (52,1%) e as perspectivas negativas para a economia mundial (42,1%).

Do ponto de vista do consumidor, 58% alega que tem adiado compras de bens e serviços, justamente por conta das incertezas causadas pela pandemia.

Na política, o Estadão afirma que no Senado, o centrão está fazendo articulações pró-governo. Entre as estratégias do grupo – que antes só existia na Câmara – estão as negociações para distribuir cargos e verbas e reeleger o presidente da casa, Davi Alcolumbre.

4 – Vacinação para Covid-19 no Brasil segue em pauta

Após os desentendimentos da semana passada entre o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, o PDT pediu ao Supremo Tribunal Federal a concessão de autonomia para que os estados estejam aptos a decidirem sobre a obrigatoriedade da vacina em seus territórios. A Rede Sustentabilidade pede que o governo Bolsonaro assine um protocolo de intenções de compra para as 46 milhões de doses da Coronavac, a ser produzida pelo Instituto Butantan.

A população demonstra interesse em ser vacinada, conforme ilustra pesquisa feita pela Universidade de Brasília. 78,1% se mostra favorável à imunização, entretanto, quando se trata da vacina desenvolvida na China o interesse cai 16,4%. Sobre a vacina russa, também há queda, de 14,1%, na intenção de se vacinar.

A principal vacina cotada pelo governo federal é a AstraZeneca, produzida pela Universidade de Oxford. Segundo informações do Financial Times, a vacina gera uma resposta de imunização robusta entre os idosos.

5 – Notícias do setor Corporativo

A venda da Biopalma, da Vale, para a BBF foi aprovada pelo Cade. Entretanto, Marborges Agroindústria contesta a negociação na justiça alegando “falta de transparência e tratamento isonômico”.

Unidades da BRF e Marfrig obtiveram autorização para voltar a exportar para a China.

A empreiteira Método Engenharia solicitou aval para realização de oferta pública inicial de ações.

A farmacêutica União Química informou acordo com o Fundo Russo de Investimento Direto para a produção de doses da vacina Sputnik V – contra Covid-19. O laboratório precisa da aprovação da Anvisa para começar a produzir a partir da segunda metade de novembro.

O Ministério Público Federal (MPF) acusou a BHP e Vale de realizarem acordo para reduzir pagamentos às vítimas do rompimento da barragem da joint venture Samarco, em Mariana, no ano de 2015.

A Hypera divulgou seu lucro de julho a setembro, na última sexta-feira (23). A empresa somou R$ 345,6 milhões no trimestre, representando uma alta de 29,4% em relação ao último ano. Hoje, o Credit Suisse recomendou as ações da empresa como outperform, considerando a perspectiva de ganhos acima da média dos mercados.

A Research XP reiniciou a cobertura da Ambev, com recomendação para compra.

80 conteúdos

       
Sobre o autor
Jornalista Smart Money Leia, estude, se informe! Apenas novas atitudes geram novos resultados!
       Conteúdos

Quer saber mais sobre investimentos?



Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade




Conteúdos relacionados
AÇÕESNotíciasRenda Variável

Ibovespa continua recuperação nesta sexta (14), mas encerra semana com perdas

1 minuto/s de leitura
Nesta sexta-feira (14), o Ibovespa continuou sua recuperação após o desastroso pregão de quarta, subindo 0,97% e indo a casa dos 121…
Notícias

SmartTech: o efeito ‘Elon Musk’ nas criptomoedas; PIX Cobrança começa a funcionar; Amazon anuncia frete grátis para compras internacionais; saiba das novidades da BugHunt, SpaceX e Google

4 minuto/s de leitura
Elon Musk e a polêmica das criptomoedas Por algum tempo, Elon Musk se tornou quase que um embaixador das criptomoedas. Isso porque…
Notícias

GIRO CORPORATIVO: Petrobras reverte prejuízos e lucra R$ 1,16 bilhão; Magazine Luiza lucra 739,7% a mais no 1T21; Renner tem prejuízos no trimestre; saiba mais sobre Itaú, IRB, Cogna e Taesa

5 minuto/s de leitura
Petrobras (PETR3, PETR4) A Petrobras divulgou seus resultados operacionais referentes ao 1T21 nesta quinta-feira (13). A estatal registrou R$ 1,16 bilhão em…
Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, personalizar publicidade e recomendar conteúdos.
Ao utiliza nossos serviços, você concarda com tal monitaramento.
Consulte a nossa Política de Privacidade

x
Aceito o uso de cookies