Notícias

Otimismo com vacina e eleição de Biden impulsionam o Ibovespa nesse início de semana

1 minuto/s de leitura

A segunda-feira (9) começou com bons resultados para os investidores brasileiros. Os resultados dos testes clínicos da vacina contra COVID-19 da Pfizer e a eleição do democrata Joe Biden nos EUA são os principais impulsionadores do mercado acionário no início desta semana.

Pela manhã, a farmacêutica norte-americana Pfizer anunciou que a vacina contra o novo coronavírus, desenvolvida em parceria com o laboratório alemão BioNTech, teve uma taxa de eficácia superior a 90% na terceira etapa de testes do imunizante. Tanto a Pfizer quanto a BioNTech afirmam que a vacina não trouxe nenhum efeito colateral significativo nos testes clínicos. A vacina em questão é a primeira a ter sucesso na etapa de testes clínicos até aqui.

Outra notícia que animou os investidores brasileiros foi a vitória de Joe Biden na eleição presidencial norte-americana. Com a eleição de Biden, candidato do Partido Democrata, especialistas apontam para uma valorização do mercado acionário brasileiro. Várias instituições, como o Bank of America e a Credit Suisse, elevaram a recomendação de compra para ações em mercados de países emergentes, caso do Brasil.

Com uma vacina contra a COVID-19 sendo uma realidade cada vez mais próxima e as eleições norte-americanas encerradas, alguns dos pontos de interrogação mais importantes do mercado econômico vão se desfazendo. Com as incertezas superadas, o apetite pelo risco dos investidores começa a voltar e, consequentemente, as bolsas devem voltar a ter forte desempenho enquanto o otimismo dos investidores se mantêm.

Às 14h59 (horário de Brasília), o Ibovespa subia 2,72%, indo a 103.670 pontos. Mais cedo, o índice chegou a estar em alta de quase 4%, flertando com os 105 mil pontos, marca que o índice não alcança desde o final de julho deste ano.

Já o real tem um desempenho misto no dia de hoje, se valorizando ante as principais moedas europeias, mas em baixa em relação ao dólar americano. A moeda estadunidense, conforme dados das 14h59, subia 0,38% (R$5,38). Já o euro caía para R$6,36 (-0,09%) e a libra esterlina ia para R$7,07 (-0,26%)

Imagem em destaque: O Globo / divulgação

385 conteúdos

       
Sobre o autor
Jornalista Smart Money Leia, estude, se informe! Apenas novas atitudes geram novos resultados!
       Conteúdos

Quer saber mais sobre investimentos?



Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade




Conteúdos relacionados
AÇÕESNotíciasRenda Variável

Ibovespa continua recuperação nesta sexta (14), mas encerra semana com perdas

1 minuto/s de leitura
Nesta sexta-feira (14), o Ibovespa continuou sua recuperação após o desastroso pregão de quarta, subindo 0,97% e indo a casa dos 121…
Notícias

SmartTech: o efeito ‘Elon Musk’ nas criptomoedas; PIX Cobrança começa a funcionar; Amazon anuncia frete grátis para compras internacionais; saiba das novidades da BugHunt, SpaceX e Google

4 minuto/s de leitura
Elon Musk e a polêmica das criptomoedas Por algum tempo, Elon Musk se tornou quase que um embaixador das criptomoedas. Isso porque…
Notícias

GIRO CORPORATIVO: Petrobras reverte prejuízos e lucra R$ 1,16 bilhão; Magazine Luiza lucra 739,7% a mais no 1T21; Renner tem prejuízos no trimestre; saiba mais sobre Itaú, IRB, Cogna e Taesa

5 minuto/s de leitura
Petrobras (PETR3, PETR4) A Petrobras divulgou seus resultados operacionais referentes ao 1T21 nesta quinta-feira (13). A estatal registrou R$ 1,16 bilhão em…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, personalizar publicidade e recomendar conteúdos.
Ao utiliza nossos serviços, você concarda com tal monitaramento.
Consulte a nossa Política de Privacidade

x
Aceito o uso de cookies