Noticias

Petz cresce 70% em cinco meses, em meio a um momento em crise

2 minuto/s de leitura

O mercado pet representa hoje 0,36% do PIB brasileiro, à frente dos setores de utilidades domésticas e automação industrial. Em 2018, a indústria de produtos para animais de estimação faturou R$ 20,3 bilhões. Em 2006, esse número era de R$ 3,3 bi. Em 2020, foi o setor que mais resistiu à crise da pandemia do Covid-19, faturando R$ 40,1 bilhões no ano passado, uma alta de 13% sobre 2019, segundo dados do Instituto Pet Brasil.

Isso porque, durante a pandemia, os animais de estimação acabaram ganhando ainda mais atenção, com mais brinquedos e petiscos, fazendo com que o mercado de cuidados de pets ficasse à margem da crise em 2020.

Dentro deste setor, está a Petz, a maior rede de pet shop do Brasil e especializada em serviços e venda de produtos para animais de estimação e animais domesticáveis exóticos, que anunciou um planejamento estratégico para novas lojas, visando principalmente uma parte do mercado conhecido como negócio familiar. Hoje pequenos petshops e clínicas veterinárias ocupam uma participação de aproximadamente 51% do mercado.

A líder do setor abriu seu capital em setembro de 2020 e resistiu bravamente à crise econômica trazida pela pandemia do Covid-19. Desde então, assiste de cima o crescimento de suas ações, que subiram 70% na B3. A empresa está avaliada em R$ 8,7 bilhões e detém hoje 6% de participação de mercado, seguida de perto pela Cobasi, com 5%. Para se ter uma ideia, a Petz inaugurou 28 lojas pelo Brasil no ano passado. 

A Petz já tem planos sólidos para os próximos cinco anos, com a abertura de 30 a 40 lojas anualmente. Atualmente, a líder tem 136 pontos de venda em 15 Estados e no Distrito Federal. Dentro destes cinco anos, está o planejamento de uma loja em cada um dos 27 estados brasileiros.


Saiba mais

Após intervenção de Bolsonaro, estatais brasileiras perdem R$ 113,2 bilhões em valor de mercado


Em relatório, analistas catalogam a Petz como líder de um mercado pulverizado de produtos para animais de estimação, porém de crescimento intenso. Ela é líder ainda em tecnologia, oferecendo e-commerce integrado. O documento ainda incentiva os investidores a aquisição de ações da varejista de animais de estimação.

A Petz, em sua estratégia de crescimento, cinco meses após sua abertura de capital, e ainda com dinheiro no caixa, prevê a construção de centros veterinários e hospitais para pets acoplados às lojas, as chamadas Seres.

A empresa possui atualmente 115 centros veterinários. Dez funcionam também como hospitais. O propósito da Petz é criar todo um aparato para o atendimento ao animal de estimação.

A estratégia robusta da Petz inclui ainda o fornecimento de vários serviços, entre eles hotéis e  “dog walkers”, que são os profissionais que passeiam com os cães enquanto os tutores não estão presentes. 

Provando sua expertise em tecnologia, a empresa já ganhou inclusive um prêmio, em um festival internacional, o Cannes Lions. O produto desenvolvido dentro do e-commerce permite que o próprio animal de estimação escolha o que quer. A câmera capta as expressões do pet e mede o interesse do animal frente aos produtos. Segundo análise do Banco Itaú, o crescimento da Petz vem do ganho de mercado que antes estava concentrado em pequenas lojas. 

Quer investir no mercado de ações mas não sabe por onde começar?

Preencha o formulário abaixo que um assessor da GX Investimentos irá ajudar em sua jornada a liberdade financeira
277 conteúdos

       
Sobre o autor
Jornalista Smart Money Leia, estude, se informe! Apenas novas atitudes geram novos resultados!
       Conteúdos

Quer saber mais sobre investimentos?



Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade




Conteúdos relacionados
AÇÕESNoticiasRenda Variável

Ibovespa corta perdas, mas encerra em baixa nesta quarta (03)

1 minuto/s de leitura
A quarta-feira (03) não foi boa para o Ibovespa. O principal índice acionário brasileiro chegou a recuar mais de 3% no pior…
Noticias

Banco digital Next terá gestão independente

2 minuto/s de leitura
Com o desafio de acelerar o crescimento do banco digital Next, o executivo Renato Ejnisman assume a presidência do mesmo, após 14…
Noticias

Banrisul vai pagar R$ 93 milhões entre seus acionistas

1 minuto/s de leitura
O Banrisul (BRSR6) deliberou na terça-feira (2) o pagamento de R$ 93.050.220 milhões em juros sobre o capital próprio (JCP) referente ao…
Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, personalizar publicidade e recomendar conteúdos.
Ao utiliza nossos serviços, você concarda com tal monitaramento.
Consulte a nossa Política de Privacidade

x
Aceito o uso de cookies