AÇÕESNotícias

Fique por dentro dos assuntos mais relevantes desta quarta-feira (24)

3 minuto/s de leitura

Após sinalizar intervenção no setor de energia, Bolsonaro leva a MP de privatização da Eletrobras ao Congresso. Segundo o presidente, a agenda de privatizações permanece uma prioridade do governo.

Com a Pfizer (PFE) aprovada de forma definitiva no Brasil e MP facilitadora de compras de vacinas aprovada pela Câmara, a imunização da população brasileira pode acelerar nos próximos meses. Os números da COVID-19 no país ainda assustam, ficando acima da média móvel de 1.000 a 34 dias seguidos.

Esses e outros destaques você confere agora.

BOLSONARO ENTREGA MP DE PRIVATIZAÇÃO DA ELETROBRAS AO CONGRESSO

Acompanhado de Paulo Guedes, ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria do Governo, o presidente Jair Bolsonaro entregou pessoalmente ontem (23) ao Congresso a MP que trata da privatização da Eletrobras (ELET3). Por meio de ações preferenciais, o governo tenta manter o poder de veto dentro da companhia.

“A nossa agenda de privatização continua a todo vapor. E nós queremos, sim, enxugar o Estado, diminuir o tamanho do mesmo, para que nossa economia possa dar a satisfação, dar a resposta que a sociedade precisa”, disse Bolsonaro ontem (23).

Arthur Lira (DEM), que já havia dito semanas atrás que privatização da Eletrobras não era prioridade, disse que a MP ainda passará por avaliação técnica dos congressistas, alterando o que precisar.

A atitude vem depois de uma semana tensa das estatais. Além da intervenção de Bolsonaro na Petrobras (PETR3;PETR4), o presidente havia sinalizado intervenção na energia.

Na segunda-feira (22), o Banco do Brasil (BBAS3) precisou emitir uma nota negando o desligamento do seu comando, após suspeitas que o Executivo estaria interessado em demiti-lo.

VACINA DA PFIZER É APROVADA DE FORMA DEFINITIVA NO BRASIL, E MP DEVE FACILITAR COMPRA DE IMUNIZANTES

O imunizante da Pfizer (PFE) foi aprovado ontem (23) no Brasil pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O registro é definitivo, ou seja, tem permissão para a comercialização privada, vacinação de pessoas de 16 anos ou mais e importação.

O Brasil ainda não possui doses da Pfizer (PFE) em solo nacional. A farmacêutica ofereceu 100 milhões de doses ao governo até o fim de 2021. 9 milhões destas seriam entregues até junho.

Esse é o primeiro imunizante com registro definitivo no Brasil. As vacinas da AstraZeneca (AZN) e CoronaVac ainda são aprovadas de forma emergencial.

Também ontem (23), a Câmara de Deputados aprovou a MP 1026/21, que facilita a compra de vacinas contra COVID-19.

O texto permite que estados e municípios comprem imunizantes caso o Governo Federal falhe em distribuir as doses de acordo com o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação

O texto original da MP permitia que setores privados comprassem vacinas, distribuindo metade delas ao SUS obrigatoriamente, mas o relator da proposta retirou o trecho.

1,4 MILHÕES DE PESSOAS JÁ RECEBERAM A SEGUNDA DOSE CONTRA COVID-19

Com 1,4 milhões já imunizados contra COVID-19, mais de 6,1 milhões de pessoas já receberam a primeira dose de uma das vacinas distribuídas nacionalmente. O ritmo continua lento quando comparado com países como Estados Unidos, que já aplicou mais de 200 milhões de doses na sua população.

1.370 óbitos por COVID-19 foram registrados ontem, elevando o total de óbitos desde o início da pandemia para 248.646. A média móvel é de 1.095, marcando o 34º dia acima de 1.000.

63.090 casos foram registrados ontem, elevando o total para 10.260.621.


Saiba mais

Governo Federal estuda enviar MP para agilizar privatização da Eletrobras


AGENDA

Às 8h: O Índice de Confiança do Consumidor é publicado pela FGV.

Às 9h: O IPCA-15 é publicado pelo IBGE.

BOLSAS E CÂMBIO

Ganhos magros marcam o início da manhã dos índices europeus, com o britânico FTSE marcando a única perda.

Às 8h da manhã:

  • STOXX 600 (STOXX): +0,46%, indo a 413,23 pontos
  • DAX (GDAXI): +0,82%, indo a 13.978,40 pontos
  • FTSE 100 (FTSE): -0,20%, indo a 6.612,37 pontos
  • CAC 40 (FCHI): +0,16%, indo a 5.788,82 pontos
  • FTSE MIB (FTMIB): +0,34%, indo a 23.018,50 pontos

Tomados pelo pessimismo de uma recuperação econômica global lenta, as bolsas asiáticas fecharam apresentando resultados negativos em seus principais índices.

  • Hang Seng (HK50): -2,99%, indo a 29.718,24 pontos 
  • KOSPI (KS11): -2,45% , indo a 3.092,05 pontos 
  • Shanghai Composto (SSEC): -1,99%, indo a 3.564,08 pontos 
  • Nikkei 225 (N225): +1,61%, indo a 29.671,70 pontos
  • Shanghai Shenzhen CSI 300 (CSI300): -2,55%, indo a 5.437,57 pontos 

Os mercados futuros dos EUA são influenciados pela fala do presidente do Fed, Jerome Powell, que disse que a economia do país irá demorar para se recuperar, e que estímulos à economia irão continuar por um tempo.

“A economia está muito longe de nossas metas de emprego e inflação, e é provável que leve algum tempo para que progressos substanciais sejam alcançados”, disse o presidente do Fed ontem (23).

Às 8h da manhã, os mercados futuros dos Estados Unidos apresentam resultados positivos:

  • Nasdaq 100 Futuros: +0,20%, indo a 13.218,12 pontos
  • Dow Jones Futuros: +0,05%, indo a 31.508,0 pontos
  • S&P 500 Futuros: +0,13%, indo a 3.882,88 pontos

Acompanhe as cotações do Dólar e o Euro na manhã desta quarta-feira (24):

  • Às 9h05, o Dólar caiu -0,33%, a R$ 5,43
  • Às 9h05, o Euro caiu -0,52%, a R$ 6,59

Foto: Bloomberg / Divulgação

Quer investir no mercado de ações mas não sabe por onde começar?

Preencha o formulário abaixo que um assessor da GX Investimentos irá ajudar em suajornada a liberdade financeira
498 conteúdos

       
Sobre o autor
Somos a Smart Money, tudo que você precisa saber sobre o mercado financeiro, com conteúdos para fazer a diferença no seu dia a dia, porque o investimento mais próspero é a informação.
       Conteúdos
Conteúdos relacionados
Notícias

Petrobras anuncia mais um reajuste nos combustíveis e gasolina sobe 7,04%

2 minuto/s de leitura
A Petrobras anunciou nesta segunda-feira (25) mais um reajuste nos preços dos combustíveis nas refinarias, a segunda no mês de outubro. A…
Notícias

FGV: confiança do consumidor sobe 1 ponto após dois meses de queda

1 minuto/s de leitura
Segundo dados divulgados pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) na manhã desta segunda-feira (25), o índice de confiança do consumidor (ICC) subiu 1 ponto em…
Notícias

Messem Investimentos anuncia combinação de negócios com a Argos Partners, escritório da Baixada Santista com R$ 1 bi sob custódia

2 minuto/s de leitura
Em mais um passo de expansão de negócio e consolidação de mercado, a Messem Investimentos anunciou nesta semana a união de forças com…
Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, personalizar publicidade e recomendar conteúdos.
Ao utiliza nossos serviços, você concarda com tal monitaramento.
Consulte a nossa Política de Privacidade

x
Aceito o uso de cookies